quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

para quem pode!

Tem gente que não sabe receber carinho,
Tem gente que não sabe fazer carinho,
Tem gente que não quer carinho

Chego a conclusão que dar e receber carinho é para quem pode!

eu estou podendo!

Andréia Costa


terça-feira, 27 de dezembro de 2011

poesia mesmo que não seja minha leva a minha alma

E pois coronista sou.
Se souberas falar também falaras
também satirizaras, se souberas,
e se foras poeta, poetaras.
Cansado de vos pregar
cultíssimas profecias,
quero dar culteranias
hoje o hábito enforcar:
de que serve arrebentar,
por quem de mim não tem mágoa?
Verdades direi como água,
porque todos entendais
os ladinos, e os boçais
a Musa praguejadora.
entendei-mes agora?

Permiti, minha formosa,
que esta prosa envolta em verso
de um porta tão perverso
se consagre à vossa fé
sou já Poeta converso
Mas amo por amar, que é liberdade.
Gregório de Matos , por minha alma. 2012 com muito mais poesia, muito mais encontros, um ou outro desencontro e a luz de velas e de olhares sempre por perto. Casa sempre aberta.

Andreia Costa

domingo, 18 de dezembro de 2011

minha vida está por um fio

um fio de luz,
de água de rio

um fio de cor.
sem nada do outro lado.


.remando.