sábado, 22 de outubro de 2011

Benditas palavras não ditas


benditas
palavras não ditas.
só você vai saber dizer,
o que em meu querer te faz não querer.

- você também não queria estar longe, mas também não quer estar perto.

benditas
palavras não ditas.


estou livre para pensar e
sentir
que palavras não ditas
são para não magoar.

não quero trocar um beijo
por uma palavra não dita
no vazio da chuva
penso
rezo
desejo
que um dia eu compreenda as
benditas
palavras não ditas.


um sofrimento agora
é mais que um ensinamento
a dúvida, só traz arrependimento.

se eu pudesse escolher
escolheria saber.
mas as
benditas
palavras não ditas
 são suas.

e você escolhe não dizer.

o que posso fazer?
duvidar de um novo romance - temer um novo fim - evitar me entregar - tentar não viver o amar.
(isso porque não sei as
benditas
palavras não ditas)

aceito,
que esse é o meu seguir
seguir sem saber.
o que aconteceu comigo e contigo.

penso que o não saber só aumenta o meu medo de amar
... mas se esse é meu caminho.
então
me envolverei menos - não me entregarei tanto -
as portas da minha casa se fecham
como as janelas do meu coração ...
mas não amarei menos.

até que um girassol venha me dizer as
benditas
palavras não ditas.

sou livre
e deixo livre

e por não saber as suas
deixo aqui as minhas

benditas palavras:
te amo incondicionalmente

serei flor e vento para nunca esquecer
serei semente que brota com a chuva.

benditas
sejam

as minhas palavras pra você

que te tragam conforto e aconchego (sempre)
e a certeza que as janelas do meu coração podem estar fechadas,
mas nunca, a porta!

benditas, suas
palavras não ditas

que me fazem voltar a escrever


andreia costa



domingo, 16 de outubro de 2011

recaminho

gratidão agradeço
amor reconheço.